GANHANDO CAMPO

No programa SFTF, tivemos capacitação e acesso a ferramentas de gestão, as quais não conhecíamos. Tal conhecimento, quando pontuado e relacionado com a lei brasileira, nos ajuda a seguir aquilo que precisamos cumprir.” Marlon Steinbernner, da controladoria da Fazenda Condomínio Irmãos Gatos.

 
A diferença entre uma fazenda que aderiu ao projeto e produz de forma sustentável e uma tradicional é evidente. Quando chegamos à primeira, logo podemos notar o cuidado no manuseio e uso de defensivos e fertilizantes; a armazenagem e o destino correto das embalagens; as adequações feitas nas propriedades; a consciência dos produtores no que diz respeito à preservação e sustentabilidade”. Maurício Graziano, da Agrex.

 

O SFTF fez o trabalho de um clínico geral: avaliou o todo. A partir do diagnóstico e pesquisa de campo nas propriedades, juntamos todas as informações e demandas e compartilhamos com o produtor. Dessa forma, se estabeleceu a possibilidade de melhor compreensão do que é e como se faz o manejo sustentável de soja; conhecimento das exigências legais; adequação das fazendas; autonomia do produtor.” Marizete Zuttion, coordenadora local do SRLEM. 

© 2016 Solidaridad Network