11municípios atendidos pelo SFTF


4,46 milhões de hectares

1,4 milhões de habitantes

 

Fonte: Censo Demográfico 2015. IBGE

Como o próprio nome revela, as áreas consolidadas são aquelas nas quais a produção de soja já se encontra historicamente enraizada. Nos Estados de Goiás (incluso o Distrito Federal) e Minas Gerais, área de abrangência do programa SFTF, a sojicultora se faz presente desde os anos 1970. Segundo dados da Conab, a safra 1976/1977 dos dois Estados correspondeu a 90 mil (GO) e 95 mil toneladas (MG). Já a safra de 2015/2016 saltou para 10 milhões (GO) e 4,7 milhões (MG) toneladas.        

 

Responsável por 14,96 milhões de toneladas, os Estados de Goiás (incluso o Distrito Federal) e Minas Gerais ocupam o quarto e sétimo lugar do ranking nacional de produção de soja. Com ocupação histórica da lavoura da oleaginosa, seus territórios são caracterizados pela presença de trades e grandes propriedades empresariais. A soma de estabelecimentos rurais das duas regiões totaliza 703,12 mil e estão vinculados ao uso de alta tecnologia. 

O SFTF trouxe conhecimento não só para os produtores, mas para nós agrônomos e equipe envolvida no processo. Se todos os atores da agricultura brasileira adquirissem o conhecimento passado pelo SFTF, o agronegócio – carro chefe do País – seria exemplar. Nós da APDC podemos afirmar que ele abriu novos horizontes, promovendo a troca de experiências, capacitação, entendimento sobre o que é e porque adotar o manejo sustentável de soja.” Jéssica Leite, agrônoma da Associação de Plantio Direto no Cerrado (APDC).


Queremos ser referência em desenvolvimento sustentável. Dessa forma, entendemos as certificações como as principais ferramentas para que possamos garantir que a produção está sendo feita de forma adequada: ambiental e socialmente. Mas, mesmo a Amaggi sendo uma trading, as parcerias são fundamentais para o sucesso dos projetos e da implantação do manejo sustentável de soja.” Rafael Pereira, analista ambiental da Amaggi.

© 2016 Solidaridad Network